Cursos 24 horas

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

FÓRMULA DENTÁRIA


Como vimos, o número total de dentes na dentição humana é, normalmente, 20 na dentição decídua e 32 na permanente.

Para representar facilmente este número e os tipos de dentes usa-se a fórmula dentária, isto é, a maneira suscinta de especificar a quantidade de dentes em cada hemi-arcada.

Na fórmula dentária, a denominação de cada dente está representada pela letra inicial, sendo minúscula para os decíduos e maiúscula para os permanentes. Estas iniciais são colocadas em forma de fração que traduzem a separação das arcadas dentárias duperior e inferior, tendo como numerador o número de dentes da hemi-arcada maxilar (superior) e no denominador os dentes da hemi-arcada mandibular (inferior).


Assim sendo, a dentição permanente é representada pela seguinte fórmula:



Repare que a fórmula dentária acima nos informa que em cada hemi-arcada permanente humana completa temos: 2 incisivos, 1 canino, 2 pré-molares e 3 molares.


Analogamente, para a arcada decídua, temos a seguinte fórmula:

  eem cada hemi-arcada decídua humana completa temos: 2 incisivos, 1 canin



A figura acima relata queo

2 molares.









NOTAÇÃO DENTÁRIA (REGISTRO)


O cirurgião-dentista tem necessidade de anotar todas as alterações que encontra durante o exame clínico do aparelho dentário. Para tanto utiliza-se de uma ficha onde assinala aquilo que corresponde ao estado atual dos dentes do seu paciente. Este sistema de indicar, de maneira sumária e prática, os detalhes anatômicos das arcadas dentárias, constitui a notação dentária. A compreensão por parte do leitor desta notação o auxiliará a entender as anotações de seu dentista.


Cada profissional pode ter o seu modo pessoal de assinalar as peças dentárias, porém o mais usado é através da notação internacional.


Para isso consideremos que cada uma das arcadas dentárias é determinada por três planos a saber: horizontal, frontal e sagital (de acordo com a figura abaixo).



Destes três planos o que mais vai nos interessar é o plano sagital mediando que divide as arcadas dentárias em suas duas hemi-arcadas (direita e esquerda) a partir do encontro dos dois incisivos centrais (como mostra a figura acima).


O leitor deve imaginar agora o indivíduo de frente conforme a figura abaixo. Nesta figura, o plano sagital mediano aparece como um eixo vertical e o plano horizontal (que passa entre as duas arcadas – superior e inferior – em contato) é visto como um eixo horizontal.

Note que o lado direito do paciente aparece à esquerda da figura (como a nossa imagem no espelho).


Dividimos, assim, a boca em quatro quadrantes numerados a partir do superior direito em sentido horário. Portanto, temos:


a) Quadrante 1: superior direito

b) Quadrante 2: superior esquerdo

c) Quadrante 3: inferior esquerdo

d) Quadrante 4: inferior direito.


numerosdentesNumeramos agora os dentes de cada hermi-arcada (de 1 a 8) a partir do plano sagital mediano (conforme figura ao lado).


Os dentes poderão ser agora identificados, de acordo com a notação internacional, por um número de dois dígitos onde o primeiro dígito se refere ao quadrante e o segundo, ao dente.


Dessa forma para os dentes da hemi-arcada superior esquerda temos os seguintes números indicando os respecivos dentes (confira com a figura):



21 Incisivo central superior esquerdo (quadrante 2, dente 1)

22 Incisivo lateral superior esquerdo (quadrante 2, dente 2)

23 Canino superior esquerdo (quadrante 2, dente 3)

24 Primeiro pré-molar superior esquerdo (quadrante 2, dente 4)

25 Segundo pré-molar superior esquerdo (quadrante 2, dente 5)

26 Primeiro molar superior esquerdo (quadrante 2, dente 6)

27 Segundo molar superior esquerdo (quadrante 2, dente 7)

28 Terceiro molar suoperior esquerdo (quadrante 2, dente 8)


Dessa forma os dentes permanentes todos se identificam pelos seguintes números visto na figura abaixo:





Para a dentição decídua, em que os quadrantes são numerados analogamente de 5 a 8.

Analogamente, os dentes decíduos são numerados de 1 a 5. Os números dos dentes de leite são: os incisivos centrais 1, os incisivos laterais 2, os caninos 3, os primeiros molares 4 e os segundos molares 5.


A figura abaixo mostra como fica, portanto, a numeração de todos os dentes decíduos:


Na figura acima repare que, por exemplo, o dente 73 é o canino inferior esquerdo decíduo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário